segunda-feira, 25 de maio de 2015

Estou aqui pensando no que escrever, em quantos sentimentos cabem em um Peito Só.
Em como posso ser um trator, em como passo por cima de um monte de coisas e pessoas, em como me machuco com isso,  como tento ao mesmo tempo ser uma pessoa melhor.
Penso como as pessoas se aproveitam da boa vontade do outro e simplesmente não ligam para as consequências. Penso em quando tudo isso vai mudar.
Penso em mudar, tenho 24 anos e o que fiz para mudar? 
O que posso fazer para mudar, olho para o lado e me sinto presa, infeliz, presa por 24 anos, por logos anos de brigas e discussões e infelicidade. Sinto-me frustada por não mudar isso, por não poder mudar isso, mas ao mesmo tempo esse peso do mundo não pode cair todo sobre mim.

Segundas são assim, tristes, vazias de pessoas e cheias de pensamento.
Sou sim, um paradoxo, um trator, uma flor, uma louca, uma pirada. Eu não sei quem eu sou.

quinta-feira, 5 de junho de 2014

Texto pro blog

Hoje eu enxergo a vida de uma outra forma (pode ser só durante só essa semana), mas a mente está mais tranquila. Em relação aos ciúmes, à vida, ao meu modo de olhar outras pessoas.
É claro, ninguém é de ferro quando acontece algumas situações, mas me sinto mais madura em relação ao mundo. Tenho meus medos e receios e estou conseguindo caminhar com eles mais calmamente. Mas é claro, ninguém é de ferro.

Talvez seja o amor, o amor puro, simples e talvez porque essa semana fizemos algo diferente, mesmo depois desses 5 anos e o primeiro dia foi ontem, mas me senti diferente, me senti com paz e essa e a melhor sensação do mundo.
E me deu vontade de mais e mais.

segunda-feira, 2 de junho de 2014

Sobre o que nunca te falei (e nem vou falar)

São exatamente 4 anos e 10 meses.
E eu fico que nem uma boba, ainda, olhando nos seus olhos e descobrindo o que se passa na sua cabeça.
Uma necessidade, uma vontade além do normal, toda vez que fico com esse sentimento peço pro meu coração ter calma, para ele respirar um pouco, que ainda não chegou a hora e talvez eu nem esteja preparada pra isso.
Mas eu quero e tenho a vontade e a disposição o que já é um passo lá na frente, mas não depende de mim, infelizmente não depende só da minha decisão.
Queria tanto que você percebesse isso e algumas pessoas me perguntam o que você está esperando, rola uma pressão chata de algumas pessoas ao redor, seus amigos, meus amigos. Eu finjo que não ligo, desconverso, mas no final ligo porque quero e não sei o que tá faltando.
Queria não ficar ansiosa desse jeito e o pior é que quanto mais eu fico junto, mais eu sinto essa vontade. Ir embora é ruim, não compartilhar os sonhos é ruim.
Não é a primeira vez, mas na sua volta depois de quase 4 meses fora, acordei meio bêbada de madrugada, te olhei dormindo e deu aquela vontade louca de fazer "a pergunta", mas não posso, não sinto que isso deve vir de mim. Já que a vontade já foi expressada algumas vezes, umas singelas e outras nem tanto.

Eu já não encontro mais motivos de não te ter aqui, te fazer feliz, compartilhar a nossa vida, que fica tão junta e às vezes tão separada.
Eu sinto tanta vontade de mais.

Eu tô te esperando, vê se não vai demorar.

quarta-feira, 16 de outubro de 2013


A vida corre, voa, para, descansa, irrita, continua, corre, anda, voa e para.
E o que hoje incomoda, amanhã pode não incomodar mais. Mas é sempre difícil acostumar com o que incomoda, pelo menos pra mim.
Eu sou movida a amor, paixão, vontade. Se tais sentimentos somem, aí parceiro, aí saí da frente porque vem tiro, porrada e bomba.
Eu penso demais na vida e em tudo aquilo que me incomoda, sempre penso em um jeito de mudar, de fazer algo diferente para mudar a situação. Mas infelizmente existem momentos na vida que não tem condição de fazer isso, que você precisa de um empurrão ou de uma outra pessoa pra te ajudar.
E aí mora um problema, porque o que pra mim é algo fácil, tranquilo e totalmente descomplicado, para o outro é algo inconcebível.
Difícil.
Difícil porque odeio depender de qualquer coisa ou pessoa, se for pra depender de 100 mil pessoas para agir determinada situação eu prefiro pensar em um plano b. Não dá, não consigo ficar a mercê de pessoas que não vão resolver nada. 
E por ser assim, tão independente desde criança, que evito estresses desnecessários, como diria o ditado "eu dou um boi pra não entrar numa briga, mas dou uma boiada para não sair". Se eu quero, corro atrás, dou o melhor de mim e se tiver que esperar um sim ou não, eu vou te encher o saco pra conseguir isso. O que não dá é pra ficar em cima do muro.
Eu costumo falar que comigo ou é ou não é, não existe o meio termo em determinadas ocasiões, não sou falsa. Te trato igual a todo mundo, na frente de qualquer um. Dependendo ou não de alguma tarefa que esteja pendente e você seja o responsável.

É isso, eu sinto necessidades constantes de mudar, essa é a minha natureza, a rotina me incomoda, eu gosto de coisas novas, eu gosto de sair do velho sofá e pular na poça d'água em um dia frio e chuvoso. Por quê? sei lá, eu sou assim. Sou movida pelo amor, pela loucura e pelos ventos que me levam a lugares diferentes.
Mas acima de tudo movida pela vontade de mudar. SEMPRE.


segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Expectativa

Vai lá e diz na cara dela que você a ama e que sente vontade ficar junto, de morar junto, mas que agora isso não é possível pela falta de dinheiro ou que você não está preparado. Diz que você não sente o mínimo de vontade? E que não se lembra da vez que ela te perguntou sobre essa vontade, às duas da manhã, depois daquela noitada e você simplesmente disse que não.
Diz que você sabe que isso a afetaria e tudo o que ela fez foi deitar e dormir porque no dia seguinte precisava trabalhar, estava cansada, mas lá no fundo ficou aquela vontade de mandar um vai tomar no cu bem dado pra você.
Diz, inclusive, que você fez isso de proposito (mas que proposito?) e que quer colocar os pés dela no chão, apenas colocar os pés no chão. E ela se pergunta "mais no chão do que isso aqui?".
Fala da parte principal que faz o sorriso dela se esvair quando houve uma proposta de ao menos começar um pequeno investimento para daqui a 3,4 anos vocês dois poderem fazer o que quiserem.
Não.
Agora fala da proposta de fazer aquela viagem maluca, de pegar um mochilão e andar sem lenço e sem documento.
Não.
Ela se pergunta da dificuldade que se tem de assumir um compromisso um pouco mais sério. Algo um pouco mais justo, afinal, são tantos anos, tanta dedicação, amor, alegria e esforço.
Ela só não quer viver as coisas por você, nem viver os momentos sozinha.

Um dia, ela pega a velha mala e vai embora.
E aí moço não há de ter choro que a faça voltar.

domingo, 11 de agosto de 2013

Só?

E você se percebe no meio de uma sala vazia.
Uma sala triste, chorosa e vazia.
E se pergunta todas as coisas que ficaram guardadas naquele nó na garganta que desceu e virou choro depois que todos foram embora.
E se pergunta por que não abriu a boca e disse o que lhe veio a mente?
E tem tanta coisa guardada, tantos rascunhos escondidos, tantos "eus" no breu.

Mas esse vazio, sozinho, essa solidão de onde vem?



terça-feira, 8 de janeiro de 2013

Agradecer

Já pensou em como é fabuloso acordar todos os dias e ver as mil e uma possibilidades para ser feliz e fazer sua vida valer a pena?

Penso nisso todos os dias, só que em vez de ser na hora de acordar é na hora de dormir. Agradecer e mais nada, agradecer por mais um dia de vida, por ter pessoas especiais ao meu lado, porque apesar de todos os problemas eu tenho uma pessoa maravilhosa ao meu lado. Agradecer por minha mãe, que é uma pessoa fofa, carinhosa e que faz tudo pela filhota dela, agradeço pelo meu pai também.
Exatamente por tudo e não só pela minha vida, mas pela vida de todas as pessoas ao meu redor, que ás vezes esquecem de agradecer.

E às vezes só querem pedir e esquecem de cada parte saudável do seu corpo, da sua vida e das coisas que acontecem nela.
Até mesmo nas 7 ondinhas de mar no ano novo, eu pulo e não peço absolutamente nada, eu agradeço por cada coisa divina que aparece na minha frente.

Então, acho que é isso, agradecer e pedir quando for realmente necessário e ainda assim agradecer, porque não sabemos o que Deus planeja para nós.

Agradeça, respeite e agradeça!!!!!

Nasmatê!
=)